sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O problema era nós.

"Destino é a ponte que a gente constroi até a pessoa que amamos." Ironias do Amor

Quando a gente ama nada mais tem sentido, quando encontrar alguém não espere pelo destino. Corra atrás, lute, não deixe de aproveitar cada segundo do lado dela. Porque o destino não faz tudo na sua vida, ele não vai arrumar tudo pra você, ele somente te mostra o caminho e vez ou outra coloca pessoas especiais nele. Se junte com essas pessoas e guarde-as dentro de você, faça com que queiram ficar do seu lado.
O destino nos juntou, mas mesmo com todos os sinais, com todas as ajudas que nós tivemos, não conseguimos. Talvez nós tenhamos sido idiotas ao deixar de lado todas as oportunidades no passado, fazendo com que hoje eu corra atrás delas,porém ao que me parece o destino desistiu de nós. Parece que perdi a minha chance de estar ao seu lado, perdi a minha chance de construir a minha ponte que me levaria até você. Acho que eu esqueci de construí-la na verdade, porque estava muito confortada ao seu lado, sem pensar que um dia você poderia estar longe e eu precisaria da ponte pronta, eu não teria tempo de construí-la. No final, foi tudo falta de planejamento. Agora eu entendo que a culpa não é do destino, a culpa é minha, é nossa. Nós tinhamos todos os detalhes, todo o apoio, nós tínhamos as melhores oportunidades e um mundo inteiro ao nosso favor. Então éramos somente nós os errados, os contrários, os fracos e preguiçosos, que se confortaram no momento sabendo que aquilo não poderia durar muito. Sabendo que a noite cairia e eu te viraria as costas esperando que você me abraçasse, você não o fez, e o seu substituto foi doloroso, quem me abraçou na verdade foi a solidão, o vazio. Ele não tinha o teu calor, não tinha o teu toque, ele não me confortaria, muito menos arrancaria um sorriso dos meus lábios. Porém ele - ao contrário de você - não me abandonou, ele continuará me acompanhando até o final, até o dia que o destino me perdoar e resolver me dar uma outra chance e colocar novamente no meu caminho alguém que eu possa amar de verdade a final, alguém que eu não vire de costas esperando que me abrace, alguém a qual eu construa uma grande ponte indestrutível logo de inicio. Talvez eu encontre outro alguém, alguém como você, mas que me torne um pouco menos eu.

Um comentário:

Nicole f disse...

lindo demais *-*
e o filme, ironias do amor, é incrível, nunca canso de ver e chorar rs.